+Eventos

Saudade é tema de vídeo que marca o encerramento do primeiro semestre de 2021

Tradicionalmente, o Instituto Anelo realiza apresentações de alunos para marcar o encerramento de cada semestre. Nem em 2020, com a chegada da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), quando todas as atividades da instituição passaram para o formato remoto, esses eventos deixaram de acontecer, no caso, com recitais online.

Neste primeiro semestre de 2021, ainda na impossibilidade de retomar as apresentações ao vivo, a instituição decidiu fazer algo diferente: apostou na produção de um vídeo único, com imagens feitas na sede no Anelo e áudio captado a partir de gravações realizadas por alunos e professores.

A música escolhida para marcar essa celebração foi Ai que Saudade d’Ocê, do compositor paraibano Vital Farias, e o lançamento será no dia 17 de julho (sábado), às 17 horas, no YouTube, Facebook e Instagram.

Segundo conta o coordenador pedagógico do Instituto e regente da Orquestra Anelo, Guilherme Ribeiro, essa canção, que já foi gravada por nomes como Geraldo Azevedo, Elba Ramalho e Zeca Baleiro, entre outros importantes expoentes da MPB, foi escolhida porque, além de ser muito bonita e agradável, também reflete o atual momento de cansaço do isolamento e ansiedade pelo reencontro.

“Essa música tem uma letra singela, que fala de saudade. E temos essa sensação de saudade – saudade do Instituto Anelo, saudade das aulas presenciais, saudade de fazer música ao vivo, saudade de tocar com outras pessoas. Por outro lado, há um vislumbre de retorno presencial com o avanço das vacinas e do Plano São Paulo de retomada”, diz Guilherme.

Ele explica que a produção foi feita em etapas. De início foi solicitado ao professor Luca Alves, do projeto Prática de Banda, um arranjo para a música. “Pedi para que ele pensasse numa maneira que todos os alunos pudessem tocar, assim, o arranjo tem partes mais simples e outras mais complexas.” O passo seguinte foi pré-gravar a música, de forma que a canção passasse a ser trabalhada nas aulas. Todos os áudios enviados posteriormente pelos alunos aos professores foram reunidos na gravação.

A captação de imagens foi feita entre os dias 1º e 3 de julho, na sede do Anelo, no Jardim Florence I. Todas as turmas foram convidadas a participar em horário pré-determinado e restrito – quem pode, compareceu.

De acordo com Guilherme, para garantir a segurança em tempos de Covid-19, foi adotado um protocolo que incluiu distribuição de máscaras personalizadas para todos (de uso obrigatório), marcações de espaço e um local afastado, ao ar livre, para acomodar os acompanhantes das crianças (só foi permitida a entrada de um acompanhante por aluno).

De acordo com o coordenador Lucas Bohn, participaram dos três dias de gravação 170 dos 385 alunos atendidos pelo Instituto Anelo no primeiro semestre de 2021. “Foi uma experiência muito desafiadora do ponto de vista da organização. A gente tinha que manter a segurança sanitária e ao mesmo tempo seguir o cronograma estabelecido pela direção do vídeo. Apesar de os pais e alunos terem colaborado muito e se portado de maneira responsável, a gente tinha que levar essa parte em consideração a todo instante”, lembra.

“Por outro lado, os alunos adoraram estar de volta ao Instituto Anelo. Para alguns, foi a primeira experiência pedagógica no Instituto”, conta Lucas, lembrando daqueles que iniciaram os estudos no Anelo já durante a pandemia, em ambiente 100% virtual.

EXPECTATIVA

Fundador e coordenador geral do Instituto Anelo, Luccas Soares diz que a expectativa pelo lançamento do vídeo é muito boa. “Todo o processo tem sido muito emocionante. A ideia já emocionou a todos porque o tema é saudade, e não tem ninguém que não esteja com saudade neste momento.”

Para ele, poder fazer uma gravação segura, com todos os protocolos, rever os alunos, as famílias e os professores, vê-los ocupando o Anelo depois de praticamente um ano e quatro meses de aulas online, foi muito bom.

“Além disso, tem o aspecto técnico também”, afirma Luccas, ressaltando a beleza do arranjo e o cuidado com as imagens. “Com certeza será o vídeo mais emocionante e mais belo nesses 21 anos de Anelo. É o Anelo se superando cada vez mais.”

Luccas acredita que essa música traz a esperança da retomada das atividades presenciais no próximo semestre. “O Anelo vai funcionar de forma híbrida no começo até todos se sentirem plenamente seguros. Mas o online veio para ficar – mesmo com a retomada presencial, o Anelo vai atingir cada vez mais pessoas no online.”

De acordo com o coordenador geral, toda a equipe de produção do vídeo é do próprio Anelo (ficha técnica abaixo). Luccas lembra, ainda, que a pré-gravação do tema foi feita no estúdio TS7 Produções, de propriedade de Thiago Santana, que é voluntário do Anelo.

PATROCÍNIO

O projeto Instituto Anelo: Música e Cidadania – Plano Anual 2021 tem como patrocinadora master a CPFL Energia, por meio de parceria com o Instituto CPFL, e também conta com patrocínio da Unimed Campinas, Amphenol e Stoller, via Lei Federal de Incentivo à Cultura e Programa de Ação Cultural – ProAC/ICMS. O Instituto Anelo também conta com o apoio da Associação Beneficente Maria e Tsu Hung Sieh e do Instituto Robert Bosch.

SERVIÇO

Lançamento do vídeo Ai que Saudade D’ocê
Data: 17 de julho de 2021 (SÁBADO)
Horário: 17 horas
Onde: Facebook (facebook.com/institutoanelo), YouTube (youtube.com/institutoanelooficial) e Instagram (@institutoanelo)

FICHA TÉCNICA

Ai que Saudade D’ocê
Compositor: Vital Farias
Arranjo: Luca Alves
Captação de imagens: Julia Mazzotti Toledo, Levi Macedo e Marlon Rissatto
Direção e edição de imagens: Julia Mazzotti Toledo
Edição de áudio, mixagem e finalização: Henrique Manchuria
Músicos que participaram da gravação:

  • Josimar Prince (violões)
  • Julia Mazzotti Toledo (piano)
  • Filipe Lapa (bateria)
  • Henrique Simas (baixo)
  • Lucas Bohn (acordeon)
  • Vinicius Corilow (saxofones)
  • Henrique Manchuria (trompetes)
  • Hélio Couto (trombones)
  • Matheus Soares (flautas)
  • Alline Ribeiro (violinos)
  • Henrique Simas (contrabaixo acústico)
  • Julia Toledo Furlan e Gabriel Nardi (vozes)
  • Leo Pelegrim (percussão)