Filó Machado e seu neto Felipe (Crédito foto: Marco Aurélio Olímpio)
+Eventos

Forró na Vovó, novo vídeo da Orquestra Anelo, tem participação de Filó e Felipe Machado

A Orquestra Anelo, maior grupo instrumental pertencente ao Instituto Anelo, lança no dia 21 de agosto (sábado), às 17 horas, o vídeo com a música Forró na Vovó, de Filó Machado. A gravação conta com a participação do próprio compositor e de seu neto, o cantor e instrumentista Felipe Machado, com estreia simultânea no Facebook, Instagram e YouTube.

Aos 70 anos de idade (completados em 2021) e 60 de carreira (iniciada aos 10 anos como músico de bandas de baile), Filó Machado figura entre os mais importantes nomes do cenário musical tanto brasileiro quanto internacional. Seu currículo inclui trabalhos ao lado de nomes como o francês Michel Legrand, o brasileiríssimo Hermeto Pascoal, o norte-americano John Patitucci e a cantora Gal Costa.

Segundo o regente da Orquestra Anelo, Guilherme Ribeiro, a ideia de convidar Filó Machado para gravar com o grupo surgiu durante uma conversa com o fundador e coordenador geral do Instituto Anelo, Luccas Soares – ambos são admiradores do trabalho do músico. “Eu cheguei a tocar com ele. Gosto muito das composições e do jeito de tocar do Filó”, conta Guilherme.

Depois dessa conversa, ele entrou em contato com o artista, formalizou o convite e pediu sugestões de músicas para a gravação. Da lista enviada pelo compositor, Guilherme escolheu Forró na Vovó, faixa que faz parte do disco Ubida, lançado por Filó em 2009. O tema ganhou um novo arranjo, feito por Guilherme, e originalmente previa a participação de dois solistas, no caso, Gê Ribeiro, primeiro trompetista da Orquestra, e o próprio Filó.

Porém, Guilherme revela que foi surpreendido positivamente com a participação pra lá de especial de Felipe Machado, neto de Filó, um jovem talento que iniciou a carreira aos 6 anos de idade no musical A Bela e a Fera. Mas, para explicar como isso aconteceu, é preciso contar um pouco mais sobre o processo de gravação de Forró na Vovó.

Devido ao avanço da vacinação contra a Covid-19, pela primeira vez a Orquestra Anelo entrou em estúdio para gravar – todos os vídeos anteriores lançados pelo grupo foram integralmente produzidos de forma remota, ou seja, com cada integrante e músico convidado em sua casa. Segundo Guilherme, “de casa”, desta vez, os integrantes da Orquestra só fizeram as imagens do vídeo.

A gravação foi realizada no estúdio TS7 Produções, de Campinas, e foi dividida em duas etapas para garantir a segurança dos músicos e o cumprimento dos protocolos sanitários,

Participaram da primeira parte os músicos da seção rítmica, a popular “cozinha” (bateria, baixo, piano, acordeon, guitarra e violão), com uso obrigatório de máscaras.

Já a segunda etapa, que consistiu no registro dos sopros, foi dividida em três sessões de gravação, sendo uma para os saxofones, outra para os trombones e uma terceira para os trompetes, feitas em dias diferentes. Além disso, os músicos foram divididos em duplas, mas colocados cada um em uma sala para evitar o contato direto.

“Ainda não é o ideal. Falta a ‘reverberação da sala’ de quando todos gravam juntos. Mas, soou muito melhor do que cada um em sua casa. Tem mais unidade e um equilíbrio maior na captação de som”, diz Guilherme.

Esse material foi posteriormente enviado a Filó Machado para que o mesmo gravasse seu solo. Na “devolução”, ele contou que Felipe também havia participado, cantando a melodia ao longo da música. “Foi uma surpresa muito legal”, conta o regente.

A edição de som, mixagem e edição do vídeo de Forró na Vovó foram feitas por Vinadhara Wassuprem, guitarrista e produtor do grupo Ungambikkula, colaborador de longa data do Instituto Anelo.

SOBRE FILÓ MACHADO

Cantor, compositor, multi-instrumentista, arranjador e produtor, Filó Machado nasceu em Ribeirão Preto (SP). Com 60 anos de carreira, 13 discos gravados e uma indicação ao Grammy Latin Jazz, trabalhou com importantes nomes da música brasileira e internacional, tanto em gravações como nos palcos, tendo se apresentado em espaços e eventos icônicos como o Carnegie Hall, em Nova York, e o Toronto Jazz Festival, no Canadá.

Entre os artistas com os quais atuou estão o pianista, compositor e arranjador francês Michel Legrand (1932-2019), ganhador de três Oscars; o cantor de jazz norte-americano Jon Hendricks (1921-2017); o guitarrista de jazz francês Sylvain Luc; o baixista japonês Tetsuo Sakurai; o guitarrista de jazz norte-americano John Patitucci; e os brasileiros Dori Caymmi, Gal Costa, João Donato, Raul de Souza, Leny Andrade, Djavan e Arismar do Espírito Santo.

Como educador, percorreu dezenas de escolas brasileiras durante os anos 1970, 1980 e 1990. Nos últimos 15 anos, tem realizado oficinas e masterclasses em universidades e conservatórios do Brasil e do exterior, tais como Berklee College of Music (Boston, nos Estados Unidos), At Kings College (Londres, Inglaterra), Universidade Nacional de Brasília (UNB), EMESP Tom Jobim – Escola de Música do Estado de São Paulo e o Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos (Tatuí, SP).

Em 2021, foi contemplado pela Lei Aldir Blanc e realizou seis shows virtuais em comemoração aos seus 70 anos de vida e 60 da carreira iniciada aos 10 anos, como músico de baile. Foi diretor musical do Festival SP Choro in Jazz e do projeto A Luz que Vem da Canção, de seu neto Felipe Machado, com quem realizou turnês pelo Canadá, Estados Unidos e Japão.

SOBRE FELIPE MACHADO

Felipe Machado é cantor, compositor e instrumentista. iniciou sua carreira aos 6 anos de idade no musical A Bela e a Fera. Ele também atuou em mais dois espetáculos do gênero: Daniel 30 Anos, o Musical, no qual interpretou o cantor Daniel quando criança, e Hoje é Dia de Maria – o Musical, no papel do menino boia-fria e também como violonista.

Participou de programas de televisão como Sr. Brasil e Ensaio, da TV Cultura, e The Voice Kids Brasil, da TV Globo, na edição de 2018 (chegou até a terceira fase do reality show). Atualmente estuda no Conservatório Souza Lima, em São Paulo, e pratica violão, harmonia e improvisação vocal com o avô, seu parceiro de lives e workshops realizados durante a pandemia.

SOBRE GÊ RIBEIRO

Solista de Forró na Vovó, Gê Ribeiro é bacharel em trompete pela Faculdade Mozarteum de São Paulo (FAMOSP) e faz parte da Orquestra Anelo desde o ano passado. Com forte atuação tanto no cenário musical regional quanto nacional, gravou com artistas de renome internacional como o percussionista Airto Moreira, músico brasileiro que trabalhou com Miles Davis.

Também gravou e se apresentou com os grupos Comboio e Coletivo Orquestral Unicamp e as bandas Urbana, Jazzco e Heartbreakers, além de artistas como Toquinho, Sandy e Junior e Maurício Manieri. Participou das orquestras dos musicais Emoções Baratas, de José Possi Neto, e De Pernas Pro Ar, com Claudia Raia, entre outras.

A ORQUESTRA ANELO

Iniciada em 2018, a Orquestra Anelo é o maior grupo instrumental ligado ao Instituto Anelo, associação sem fins lucrativos que há 21 anos oferece aulas gratuitas de música na região do Campo Grande, em Campinas. É dedicada à formação de repertório arranjado, tendo a música brasileira e o jazz americano como referências estéticas.

Sua formação deriva de uma tradicional big band de jazz, com instrumentos da seção rítmica – piano, guitarra, baixo e bateria – e da seção de sopros – saxofones, trompetes e trombones. Mas também incorpora instrumentos característicos da música brasileira tais como o acordeon, o cavaquinho, a percussão e a flauta transversal. Atualmente, conta com 22 integrantes entre professores e colaboradores do Instituto Anelo.

Além de Forró na Vovó, o grupo produziu vídeos com as músicas: Um Samba Pra Laís (de Josimar Prince); Loro (de Egberto Gismonti); Cadê a Marreca (de Arismar do Espírito Santo, com a participação do próprio); Na Baixa do Sapateiro (de Ary Barroso); O Canto da Ema (de Jackson do Pandeiro); Comida (com a banda Titãs e coros do Instituto Anelo); Todas Direções (de Guilherme Ribeiro e Gabriel Grossi, com a participação de Grossi na gaita); e Sambo Sim (Guilherme Ribeiro). Todos estão disponíveis no canal oficial do Instituto Anelo no YouTube.

PATROCÍNIO

O projeto Instituto Anelo: Música e Cidadania – Plano Anual 2021 tem como patrocinadora master a CPFL Energia, por meio de parceria com o Instituto CPFL, e também conta com patrocínio da Unimed Campinas, Amphenol e Stoller, via Lei Federal de Incentivo à Cultura e Programa de Ação Cultural – ProAC/ICMS. O Instituto Anelo também conta com o apoio da Associação Beneficente Maria e Tsu Hung Sieh e do Instituto Robert Bosch.

SERVIÇO

Vídeo Forró na Vovó, de Filó Machado
Estreia: 21 de agosto de 2021 (SÁBADO)
Horário: 17 horas
Onde: Facebook, Instagram (@institutoanelo) e YouTube
Com: Orquestra Anelo
Arranjo: Guilherme Ribeiro
Solistas: Filó Machado e Gê Ribeiro
Participação especial: Felipe Machado
Captação de som: estúdio TS7 Produções
Mixagem, edição de áudio e vídeo: Vinadhara Wassuprem