Foto: Edis Cruz
+Eventos

Instituto Anelo retoma, com sucesso, o Recital dos Alunos no formato presencial

Depois de quase dois anos de eventos on-line, o Instituto Anelo realizou, no dia 4 de dezembro, o Recital dos Alunos no formato presencial. O evento aconteceu no Centro de Artes e Esportes Unificados “Mestre Alceu” – CEU Florence, com apresentações tanto no auditório, com plateia limitada a 60 pessoas, quanto na quadra de esportes, que conta com arquibancada para acomodar o público. O uso de máscaras foi obrigatório.

Foto: Gustavo Jannini

Participaram do recital alunos das turmas de violino, acordeon, musicalização infantil, Prática de Banda, sopros (escaleta e flauta transversal), piano, violão, trombone, baixo, percussão e bateria, mais os coros Infantil, Juvenil e Adulto. Além das apresentações musicais, o evento contou com Cantina Solidária e bazar com o objetivo de arrecadar fundos para a manutenção do projeto.

Foto: Edis Cruz

De acordo com o fundador e coordenador geral do Instituto Anelo, Luccas Soares, a realização do recital só foi possível porque, após a volta das aulas presenciais, não foi registrado nenhum caso de Covid-19 entre alunos e professores. Ele atribui esse fato ao protocolo sanitário conservador adotado pelo Anelo.

Foto: Edis Cruz

“O Anelo retomou as atividades presenciais em agosto, inicialmente com uma aula por mês para cada turma, sempre com distanciamento e com todos os cuidados. Depois, no mês seguinte, foram duas aulas por turma e, sem seguida, três aulas”, explica Luccas, que ressalta que o Anelo não chegou a ter 100% das aulas presenciais no segundo semestre de 2021 – parte das atividades seguiu on-line.

Foto: Gustavo Jannini

Ele disse que todos ficaram muito felizes por conseguirem fazer música com segurança, com todos de máscara, mesmo em um lugar aberto. “O público do Anelo é maravilhoso, as famílias são maravilhosas. Não teve nenhuma confusão. Foi muito bom reencontrar as pessoas, ver todos bem e poder comemorar. Como diz a música Enquanto Houver Sol, do Sérgio Britto dos Titãs, nenhuma ideia vale mais do que a vida”, completou.

Foto: Edis Cruz