+Eventos

Instituto Anelo lança vídeo em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, o Instituto Anelo lança o vídeo com a canção inédita Não Percebeu Ainda?, composta por Marisa Molchansky, também conhecida no meio artístico como Brisa, especialmente para a data.

A produção audiovisual foi realizada no próprio Anelo e a estreia será no primeiro minuto do dia 8 de março, simultaneamente no Facebook, Instagram e YouTube.

Trata-se da segunda produção do Instituto Anelo focada na representatividade. A primeira foi o vídeo com a regravação de Tributo a Martin Luther King, de autoria de Wilson Simonal e Ronaldo Bôscoli, lançado no ano de 2021 para marcar o Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro.

Para a presidente do Instituto Anelo, Siegrid Klein, esse projeto é motivo de alegria e gratidão. “Na sociedade atual, as mulheres, merecidamente, estão cada vez mais ocupando uma posição de destaque, assumindo funções até pouco tempo atrás desempenhadas apenas pelos homens”, diz.

E completa: “Neste viés, o Anelo, com muito orgulho, além de contar com um grande número de mulheres em seu quadro de colaboradores, voluntários ou não, também apoia a formação de grupos específicos ocupados exclusivamente por mulheres. E em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, destacando a representatividade feminina na instituição, produzimos este videoclipe com a participação das nossas mulheres”.

Marisa Molchansky é a autora da música Não Percebeu Ainda? (Foto: Marlon Rissatto)

A COMPOSIÇÃO

Marisa Molchansky conta que Não Percebeu Ainda? é uma composição que surgiu inspirada na multiplicidade da mulher – confira a letra abaixo. “Não gosto de discursos extremados para nada. Ao longo do processo de composição, busquei refletir sobre a mulher e os papéis que ela assume em seu cotidiano, no intuito de reverenciar suas muitas ações, sua multiplicidade.”

Brisa revela que compôs Não Percebeu Ainda? em quatro horas. No dia 17 de janeiro, apresentou a canção para o grupo de musicistas do Anelo. Depois de um período de conversas, veio o “ok” e, uma semana depois, o arranjo, assinado por Julia Mazzotti Toledo e Ana Luisa Nobre dos Santos, ambas professoras do Instituto Anelo, já estava pronto.

A gravação da música, que contou apenas com mulheres musicistas, foi feita em duas sessões, nos dias 11 e 18 de fevereiro. O vídeo, além de registrar todo esse processo, também conta com a participação de outras mulheres que trabalham no Instituto Anelo em funções administrativas, na comunicação, na diretoria ou são voluntárias.

Cantora e compositora, Marisa Molchansky chegou ao Instituto Anelo em 2002 como professora voluntária. Em 2013, assumiu a Coordenação do projeto Brincando com os Sons, de musicalização infantil. Nos últimos anos, migrou para a Administração e, atualmente, responde pela Coordenação Administrativa da instituição.

Formada em Música Popular pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), além de trabalhar no Instituto Anelo, Brisa atua como professora de canto popular em escolas livres de música. Lançou seu primeiro trabalho autoral em 2011. Em maio de 2020, lançou o EP Marisa Molchansky. Ambos os trabalhos autorais estão disponíveis nas plataformas digitais e no YouTube.

Julia Mazzotti Toledo e Ana Luisa Nobre dos Santos fizeram o arranjo (Fotos: Marlon Rissatto)

O DIA INTERNACIONAL DA MULHER

O Dia Internacional da Mulher foi oficializado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975, considerado o Ano Internacional da Mulher, com o objetivo de lembrar as conquistas políticas e sociais femininas. A origem da data não é clara, mas tem raízes históricas.

No Brasil, muitos atribuem ao incêndio de 25 de março de 1911, na fábrica Triangle Shirtwaist Company, em Nova York, nos EUA, que provocou a morte de 146 trabalhadores, sendo 125 mulheres.

Esse fato trouxe à tona as más condições de trabalho enfrentadas pelas mulheres na Revolução Industrial. Porém, há registros anteriores a essa tragédia de movimentos pelos direitos das trabalhadoras tanto nos Estados Unidos quanto na Europa.

ANOTE NA AGENDA

Lançamento do vídeo Não Percebeu Ainda?

Data: 8 de março de 2022 (TERÇA-FEIRA)
Horário: 0h01min
Onde: Facebook, Instagram e YouTube do Instituto Anelo
Facebook: facebook.com/institutoanelo
Instagram: @institutoanelo
YouTube: youtube.com/institutoanelooficial

FICHA TÉCNICA

Não Percebeu Ainda?

Composição e direção musical: Marisa Molchansky
Arranjo: Julia Mazzotti Toledo e Ana Luisa Nobre dos Santos
Operadores de estúdio: Deivyson Fernandes e Romulo Oliveira
Mixagem e masterização: Fernando Baeta
Assistente de produção: Julia de Toledo Piza Furlan
Captação de vídeo: Marlon Vinicius, Nina Pires e Noelly Castro
Edição de vídeo: Julia Mazzotti Toledo

Musicistas:

Bateria e percussão: Maria Cecilia Lueneberg Collaço
Cavaco: Julia de Toledo Piza Furlan
Contrabaixo: Manuela Vincenzi
Oboé: Ana Luisa Nobre dos Santos
Piano: Julia Mazzotti Toledo
Saxofone: Regina Lima
Trompete: Jéssica Rodrigues
Violão: Marisa Molchansky
Violino: Alline Ribeiro
Violoncelo: Eduarda de Souza
Vocais: Audrey Caroline, Elaine de Oliveira, Julia de Toledo Piza Furlan, Marisa Molchansky e Simone Janita
Coro: Maria Cecilia Lueneberg Collaço, Lalá Ruiz, Paula Lins, Eduarda de Souza, Alline Ribeiro, Simone Janita

Partitura de Não Percebeu Ainda? (Foto: Marlon Rissatto)

Letra:

“Pense em quem te fez o café e responda sinceramente
Foi um homem ou uma mulher?
Pense na estrutura da gente
Quem lavou, passou sua roupa? Me responda sinceramente
Foi um homem ou uma mulher?
Pense na estrutura da gente

Que demora a eternidade pra mudar
Precisou de muita luta pra chegar até aqui

Malabarista, equilibrista, produtiva ou produtora
Criativa, construtiva, sendo aluna ou professora
É branca, é negra, é índia ou parda,
Mãe ou filha, protetora
Será sempre uma menina, será sempre essa pessoa
Sem a qual não tem… não tem
Sem a qual não tem… não tem

Mulher, você é estrela, é dona da beleza
Pouco me importa o peso, altura ou endereço
Você é pura magia, motivo da poesia
No samba é dona Ivone, é Clara ou Alcione

Mulher, você é gigante, ativa e operante
Só faz e acredita, mesmo não sendo artista
Você é tão verdadeira, é mulher brasileira
Mulher você é linda, não percebeu ainda?