Lucas Bohn: título do disco é uma referência ao Jardim Pauliceia, onde morou dos 3 aos 30 anos
+Blog

Professor Lucas Bohn lança disco “Pauliceia”, de música instrumental

Arte-educador, compositor, pianista e professor do Instituto Anelo, Lucas Bohn lançou, no início de maio, o disco Pauliceia (independente). O título, ao contrário do que muitos podem imaginar, não é uma referência à cidade de São Paulo, comumente chamada dessa forma, mas ao Jardim Pauliceia, bairro da região Sudoeste de Campinas onde o músico morou dos 3 anos aos 30 anos.

“Morei lá com meus pais e depois, nos primeiros anos de casado. Quando me mudei já não éramos somente eu e minha esposa, Monique, mas também minha filha Nina”, conta Lucas, que hoje mora no distrito de Sousas.

Para ele, a música popular sempre esteve muito atrelada ao seu lugar de origem. “Tantos temas tocados com frequência na noite são homenagens a ruas que nos lembram situações e sensações diferentes. E isto não se restringe só à música brasileira. A razão que me fez dedicar este álbum ao Pauliceia foi, além de todas as memórias minhas que vivem lá, homenagear meus pais, professores que tanto batalharam para criar a mim e ao meu irmão. Esse disco, com certeza, é fruto de muito trabalho, coisa que aprendi com eles.”

O disco foi gravado em julho de 2019, numa única sessão realizada na antiga sede do Sete Criativo, empresa que promove o diálogo da arte (em suas diferentes formas de expressão) com treinamentos corporativos, e que também é patrocinadora do álbum. Além de Lucas ao piano, participaram da gravação de Pauliceia os músicos André Oliveira (bateria), Gustavo Villas Boas (trompete), Theo Fraga (contrabaixo) e Vinicius Corilow (sax tenor).

Capa do disco, disponível atualmente nas plataformas digitais

De acordo com Lucas, a produção do disco foi bancada por meio de financiamento coletivo. “Eu mesmo produzi, com a ajuda do Rafael Thomaz e do Peu Abrantes”, conta. São sete faixas, todas instrumentais: Revoada, Amarelo Ipê, Pauliceia, Jequitibá, John Boyd, Domingo, 6h30 e Endembargo (faixa bônus). Por enquanto, o trabalho está disponível em plataformas digitais como Spotify, Deezer, Apple Music e YouTube. O CD físico deverá ficar pronto em Julho e será vendido ao preço de R$ 25.

CURRÍCULO

Lucas Bohn começou a dar aulas no Instituto Anelo em 2020, por indicação de Vinicius Corilow, um dos coordenadores do Anelo. Cursou Música Popular na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e é mestre em composição pela University of South Carolina, nos Estados Unidos, orientado pelo renomado professor, músico e compositor de jazz Bert Ligon.

Teve outros mestres como o pianista e maestro Nelson Ayres e o cantor e compositor Arrigo Barnabé, quando ambos fizeram residência artística na Unicamp. Também estudou com Felipe Silveira, pianista, intérprete, arranjador e compositor campineiro reconhecido em todo o país.

SERVIÇO