Alunos de flauta do professor Matheus têm a primeira aula na nova sede sob o olhar atento dos pais (Foto: Rodrigo Zanotto)
+Eventos

Inaugurada a primeira fase da reforma da nova sede do Instituto Anelo

O Instituto Anelo inaugurou com uma grande festa, no dia 12 de Outubro de 2019, a primeira fase da reforma da nova sede. O evento, que começou às 8h e seguiu durante todo o dia com diferentes atividades, contou com a presença de autoridades – incluindo o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, e a primeira-dama, Sandra Ciocci –, amigos, doadores, professores e voluntários do Anelo, além de alunos e suas famílias.

A nova sede está localizada no imóvel onde, durante muitos anos, funcionou a antiga Base da Guarda Municipal de Campinas no Jardim Florence I, na Rua Vicente de Marchi, 718 (via marginal à Avenida John Boyd Dunlop), desativada pela Prefeitura. A cessão de uso do espaço público pelo Anelo consta no decreto 20.098, publicado no Diário Oficial do município em 3 de Dezembro de 2018.

Senhora observa com atenção a aula de percussão do neto (Foto: Rodrigo Zanotto)

De acordo com o fundador e coordenador do Instituto Anelo, Luccas Soares, a inauguração da sede é a realização de um sonho antigo. Durante a cerimônia que marcou o início dessa nova fase no trabalho do Anelo, ele lembrou que o primeiro pedido para a cessão de um espaço para a instituição foi oficializado na Prefeitura em 2008, mas foi na atual gestão que a solicitação foi analisada e atendida.

“Houve sensibilidade para ver a importância da arte e da cultura num bairro como o Florence e a região do Campo Grande, porque onde não tem cultura, arte e educação a violência vira espetáculo. Ter a possibilidade de ter como cartão de visitas a arte e a música tem sido muito importante”, disse.

Aula inaugural de musicalização infantil em uma das salas da nova sede (Foto: Rodrigo Zanotto)

Luccas também lembrou que o Anelo atende atualmente a 477 e que todos os dias recebe entre 20 e 30 pedidos de vagas. “Temos um desafio muito grande em conseguir assistir a todas essas pessoas que querem uma oportunidade de acessar um direito básico que é a cultura, arte e educação. Tudo o que fazemos aqui é básico para nossa alma e para o desenvolvimento integral não só de nossas crianças e adolescentes mas de toda a comunidade”, afirmou.

Para o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, o trabalho do Anelo é reconhecido por toda a região. “Os pais gostam muito, as crianças também. Esse espaço era a antiga sede da Guarda Municipal que precisava ser aproveitada para uma iniciativa boa e essa foi a melhor destinação possível”, afirmou.

Café da manhã solidário que marcou a festa de inauguração (Foto: Rodrigo Zanotto)

PROJETO

O projeto de readequação do espaço foi feito por um grupo de arquitetos da cidade, com o custo total das obras estimado em R$ 250 mil. Segundo Luccas Soares, fundador e coordenador do Anelo, foram gastos até o momento R$ 150 mil, valor este doado por pessoas físicas e jurídicas. O Anelo também recebeu doações de material de construção e mobiliário seminovo.

O imóvel tem duas unidades. Na que já foi reformada ficam a recepção, dois banheiros e cinco salas de aula. Até a conclusão da segunda etapa da reforma, prevista para Janeiro de 2020, o espaço funcionará apenas às quartas-feiras à noite, com as aulas de metais e violão que eram realizadas no do Centro de Artes e Esportes Unificados – CEU Mestre Alceu, e aos sábados, com as aulas de escaleta, flauta, musicalização infantil, violão, percussão e Prática de Banda que ocorriam nas dependências da Escola Estadual Elvira de Pardo Meo Muraro.

Na prática, significa que 158 dos 477 alunos matriculados atualmente no Instituto Anelo passarão a ter aulas no novo espaço. Os demais seguirão sendo atendidos na atual sede, que fica na ativa até o final de 2019 e funciona em um imóvel alugado na Rua Professora Elizabeth Serafim de Oliveira Leite, 78, no Jardim Florence I, e nas dependências do CEU Mestre Alceu.

“Seremos eternamente gratos à Escola Elvira. A parceria continua no próximo ano, vamos fazer agora um trabalho durante a semana, já estamos alinhados com a direção da escola que tem essa história tão bonita com a gente”, afirmou Luccas. Segundo ele, o CEU Mestre Alceu também vai continuar a ser utilizado pelo Anelo graças à parceria com a Secretaria de Cultura e a Prefeitura de Campinas.

Na segunda unidade da sede, ainda em reforma, funcionarão a cozinha, lavanderia, seis banheiros (sendo dois com acessibilidade), um banheiro de serviço com chuveiro e uma sala que será usada como um pequeno auditório com capacidade máxima para 60 pessoas e onde também serão realizadas aulas em conjunto. Para concluir a obra, a instituição segue contando com doações de pessoas físicas e jurídicas.

COMO DOAR PARA O INSTITUTO ANELO

O Anelo segue com a campanha de doações para poder concluir a reforma da nova sede. São várias formas de doar. Confira:

1) Via depósito bancário em nome do Instituto Anelo, CNPJ 05.896.161/0001-29, nos seguintes bancos:

Banco Bradesco S/A
Agência 2566
Conta corrente 35236-5

Banco do Brasil
Agência 3551-3
Conta corrente 11379-4

2) Via PayPal ou PagSeguro: basta acessar a homepage do site do Instituto Anelo, clicar no ícone Construa com a Gente, fazer o cadastro e concretizar a doação.

* Para outros tipos de doação, entrar em contato diretamente com o Instituto Anelo pelo telefone (19) 3227-6778, pelo e-mail contato@anelo.org.br ou pessoalmente.